Notícias

17/04/2017

Obesidade cresce 60% em dez anos no Brasil

O Ministério da Saúde divulgou, nesta segunda-feira (17), dados que revelam o aumento da obesidade no Brasil.   Segundo o levantamento, uma em cada cinco pessoas no País está acima do peso. A prevalência da doença passou de 11,8%, em 2006, para 18,9%, em 2016.   O crescimento da obesidade também pode ter colaborado para o aumento da prevalência de diabetes e hipertensão. As doenças crônicas não transmissíveis pioram a condição de vida e podem matar.   O diagnóstico médico de diabetes passou de 5,5%, em 2006, para 8,9%, em 2016. O de hipertensão, no mesmo período, saiu de 22,5% para 25,7%. Em ambos [...]

Leia mais

11/10/2015

Dia Nacional de Prevenção da Obesidade

Com uma boa alimentação e atividade física em dia, é mais fácil correr da obesidade.  A obesidade é uma doença crônica que afeta grande parte da população, sendo considerada fator de risco para diversas doenças. O obeso tem mais propensão ao desenvolvimento de hipertensão, doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, além de problemas físicos como artrose, pedra na vesícula, artrite, cansaço, refluxo esofágico, tumores de intestino e de vesícula. Fatores psicológicos também podem ser afetados, acarretando diminuição da autoestima e até depressão. A prática de atividades físicas e uma alimentação adequada são duas importantes formas de prevenção.   11 de outubro - Dia Nacional de [...]

Leia mais

12/08/2015

Como a medicina da doença funciona

Aos 30 anos, você tem uma depressãozinha, uma tristeza meio persistente: prescreve-se FLUOXETINA. A Fluoxetina dificulta seu sono. Então, prescreve-se CLONAZEPAM, o Rivotril da vida. O Clonazepam o deixa meio bobo ao acordar e reduz sua memória. Volta ao doutor. Ele nota que você aumentou de peso. Aí, prescreve SIBUTRAMINA. A Sibutramina o faz perder uns quilinhos, mas lhe dá uma taquicardia incômoda. Novo retorno ao doutor. Além da taquicardia, ele nota que você, além da “batedeira” no coração, também está com a pressão alta. Então, prescreve-lhe LOSARTANA e ATENOLOL, este último para reduzir sua taquicardia. Você já está com 35 [...]

Leia mais

17/04/2015

Mulheres de meia idade que perdem peso estão também perdendo massa óssea

O objetivo de abordar o papel das alterações na massa gorda e na massa magra no declínio da densidade mineral óssea em ambos os sexos. Neste trabalho, independentemente dos tipos de alimentos ou quantidade de cálcio em suas dietas, mulheres de meia idade que perderam uma quantidade moderada de peso ao longo de um período de dois anos também perderam mais densidade óssea do que os homens ou as mulheres mais jovens. Os pesquisadores estudaram as diferenças sexuais dos efeitos de dietas de emagrecimento na densidade mineral óssea e na composição corporal. Foram 424 indivíduos com sobrepeso e obesidade (idade média de 52±9 anos, 57% do sexo feminino). No [...]

Leia mais

05/03/2015

Exercícios físicos na meia idade ajudam a preservar um cérebro saudável para a velhice

Pressão arterial (PA) aumentada e rigidez vascular têm sido associadas a um desempenho cognitivo inferior e à atrofia cerebral na velhice. O cérebro é um órgão susceptível às flutuações na pressão arterial. A capacidade cardiovascular (CV) inadequada também está emergindo como um fator associado ao declínio cognitivo em idade mais avançada. A resposta da PA e da frequência cardíaca (FC) ao exercício é impactada pela capacidade cardiovascular e a PA durante o exercício é altamente determinada pela rigidez vascular.   O objetivo deste estudo, apresentado na reunião da American Heart Association, coordenado por Nicole L. Spartano, da Boston University School [...]

Leia mais

24/09/2014

Uso de antibióticos na infância associado à obesidade

Um estudo avaliou o efeito crônico do uso de antibióticos na infância associado com a obesidade na infância. Foram avaliados 64.580 crianças utilizando registros de saúde eletrônicos de 2001 a 2013 na área urbana da Filadélfia, Pensilvânia e região. Todas as crianças com visitas anuais na idade de 0 a 23 meses e uma ou mais visitas nas idades entre 24 e 59 meses foram incluídas no estudo. O uso de antibióticos prescritos foi apurado até 23 meses de idade. A obesidade foi determinada por dados antropométricos usando as normas de índice de massa corporal (IMC) do National Health and Nutrition Examination Survey 2000. Concluiu-se [...]

Leia mais

01/06/2014

Quanto maior o consumo de leite, menor a progressão da osteoartrite de joelho em mulheres

Pesquisa publicada pelo Arthritis Care & Research mostra que o consumo frequente de leite parece estar associado à progressão mais lenta da osteoartrite do joelho em mulheres. A osteoartrite (OA) é a forma mais comum de artrite e a principal causa de incapacidade física em pessoas idosas. A porcentagem da população com 65 anos ou mais está aumentando no mundo e vários desses idosos têm evidência radiológica de osteoartrite em pelo menos uma articulação. Em comparação com mulheres que nunca beberam leite, cuja diminuição do espaço articular foi de 0,38 milímetros em quatro anos, aquelas que bebiam até seis copos [...]

Leia mais

30/05/2014

Inatividade física é o maior fator de risco para doenças cardíacas em mulheres acima de 30 anos

Estimativas recentes sugerem que índice de massa corporal (IMC) alto, tabagismo, hipertensão arterial e inatividade física são os principais fatores de risco para a carga global de doenças na Austrália. O objetivo do presente trabalho, foi examinar o risco atribuível populacional para doença cardíaca de cada um desses fatores de risco ao longo da vida adulta em mulheres australianas.   Os riscos atribuíveis populacionais foram estimados usando riscos relativos  para cada um dos quatro fatores de risco, como os usados no Global Burden of Disease Study, e as estimativas de prevalência do Australian Longitudinal Study on Women's Health, em quinze [...]

Leia mais

28/05/2014

Atividade física. Um hábito adquirido com prazer

Como melhorar minhas atividades físicas? O início das atividades deve ser gradual e de acordo com a sua capacidade física. Assim, elas não serão um peso para você. Pelo contrário, se você souber aproveitar este momento, elas serão uma fonte de prazer diário.   Mantenha os exercícios com horários fixos, para que eles se tornem um hábito. Isso fará com que você sinta falta deles o dia que não fizer. Utilize escadas ao invés de elevadores e dispense o carro, sempre que possível, para dar uma caminhada. Pratique jardinagem, lave o seu carro, leve seu cachorro para passear e faça outras atividades domésticas [...]

Leia mais

23/03/2014

Suplementos de ferro impulsionam o desempenho físico em mulheres

A suplementação diária de ferro pode aumentar o desempenho físico em mulheres em idade reprodutiva, de acordo com os resultados de uma nova revisão da literatura, os quais fornecem uma forte razão para a prevenção e tratamento da deficiência de ferro em mulheres. As mulheres em idade reprodutiva estão em risco elevado de deficiência de ferro por causa da perda de sangue menstrual. Atletas do sexo feminino podem ser particularmente vulneráveis a dietas deficientes em ferro, perda de sangue causada por hemorragia gastrointestinal e má absorção de ferro. O estudo, realizado por Sant-Rayn Pasricha, PhD do Departamento de Medicina da [...]

Leia mais